onde há mau cheiro, há bosta.

Vivam as boas facadas, aquelas que resolvem de uma vez.

As facadinhas aparentemente inofensivas, com sentidos contraditórios são infernos com os quais não quero mais contacto. Nunca lidei bem com a ambiguidade, com a resistência à clareza, com as vozes melífluas; são sempre indícios de uma cobardia que farejo à distância, sinais de mau augúrio que, mais cedo ou mais tarde se transformam na bosta que as pessoas que as praticam, na realidade são.

Hoje,depois de quase três meses de facadinhas seguidas de lambidelas hipócritas, levei a facada. Da maneira menos corajosa possível mas, era de esperar algo de diferente? Nã.

Se estou preocupada? No more. Com a verdade pode-se sempre.
Vou ter o melhor fim de semana dos últimos tempos.

It’s a new dawn, it’s a new day, it’s a new life, and I’m feeling good.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s