o fim de um colosso

imgres

Não sou capaz de te dizer adeus porque sei que precisarei de ti num determinado momento dia ou a uma certa hora da noite. Ficarás para sempre comigo, bem sei; mas quero-te mais perto que os outros, na mesa de cabeceira onde guardo todos os que me acodem sempre.

Tha ta poyme syntoma, Katsimbalis, Seferiades, Durrell, Miller.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s