ribeira

Gosto da azáfama de um mercado.

Gosto da orgia das cores, das formas despudoradas, da beleza dos cheiros.

Gosto do descaramento das peixeiras e da sedução velada dos vendedores.

Gosto da generosidade em ervas-de-cheiro como forma de gratidão.

Gosto dos sorrisos de quem nos reconhece e para nós guardou o que reparou ser do agrado.

Mas acima de tudo gosto da humidade do ar que indicia a frescura e se cola à pele. Do aspergir microscópico que se adivinha. Da explosão entranhada em cada fruto, pronta a eclodir no momento da conquista da cozinha da casa de alguém.

Saio sempre carregada de um mercado lindo como o da Ribeira. E o que carrego preenche muito mais que o espaço da minha despensa. 

Muito mais.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s