o coração tem o tamanho do nosso melhor mundo

Olhou para o relógio e eram duas da manhã.

Passou pelo sono como a brisa pela areia, a extremidade mais fina de uma derme de ar tocando ao de leve os grãos.

Despertou de novo e eram quatro.

A brisa trouxe encontros com demasiadas pessoas; em sonhos, é certo, mas ainda assim.

Eram seis da manhã e o sono não regressou mais.

A mulher olhou a ponta dos dedos esguios e estes pareceram-lhe tristes.

Apenas um beijo poderia despedir a tristeza.

Assim fez e os dedos disseram a certeza de todas as coisas bonitas para sempre guardadas no seu coração.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s