nostalgias de natal

Que queres que te diga?

Já devia estar a dormir, pois. Mas a cabeça não pára, as sensações são muitas e contraditórias, as alegrias alternando com tristezas que nos lembram o bom de sermos pequeninos nestas épocas, sem outras preocupações que não a da carta a um certo senhor de barbas brancas que por estas alturas sobrevoa céus imaginários.

Crescer é tramado e ser crescido também. Ver que a vida passa e nem sempre da melhor maneira para os que estão próximos. Vale-me a árvore, branca e luminosa onde crescidos ainda descobrem a magia como se fossem crianças. Nostalgias de Natal, este ano mais fortes que nunca.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s