em que segundo?

IMG_0192.JPG

Life is a second of love.

Sempre a achara bonita, aquela cantora de cara particular, quase clássica. Mas hoje, no trânsito, diante do cartaz, não era a fotografia que lhe chamava a atenção.

Life is a second of love.

A frase tinha-se entranhado e as ligações internas começaram a estabelecer-se: por que não compreendemos isso? Embrenhados em mil e uma razões estúpidas, materiais ou não, desperdiçamos, descuidamos, não tratamos e por fim perdemos o mais importante que se leva da existência. Por momentos fugazes sentimos a força, ficamos mais bonitos por dentro e depois, deixamos que se esfume. Como dizia o escritor, o amor dá trabalho, tudo o que é importante dá trabalho e esse trabalho rende frutos de valor incalculável.

Life is a second of love.

Talvez tenhamos a vida toda para o entender. Mas ela passa no acender de um fósforo e num determinado segundo ou em vários segundos desse segundo, deitamos para trás, atiramos pela janela, decidimos dormir um pouco mais. Temos a vaidade de achar que dominamos o tempo.

Em que ponto estás do teu segundo?

O semáforo mudou para verde.
A mulher fez o carro andar, a frase a dançar na sua cabeça, dizendo: não te esqueças, não te esqueças, não te esqueças.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s