a beleza estranha de uns fios

Inbox, 4732 emails. Não se pode viver com isto, pensa a mulher.

4732, o equivalente a mais de um ano ou seja 365 dias e alguns trocos. Maquinalmente, com a sensação de náusea que sempre a assola quando o faz, vai apagando assuntos passados, temas de validade perdida, irritações de momento que não deixaram cicatriz.

De vez em quando, o ritmo-máquina cessa: dá por si a ler pequenas frases que não consegue eliminar, ouve de novo músicas que se transformaram em luz ou criaram mais sombra, assiste à evolução de acontecimentos dos quais não pode escapar, os quais não quer esquecer. Ela é demasiado visual, tem uma memória desgraçada de boa. O que lê, mais do que lido, circula como uma sequência de imagens lógica, como um filme que se conhece bem. Ao ver em vez de ler, sente saudades ou uma certa tristeza, alegra-se, comove-se, retoma a seriedade. Em definitivo, nem tudo o que passou se pode ou deve abandonar. Ela não consegue.

A mulher é uma reconhecida perita em fazer limpezas sem dó nem piedade. Em distribuir e voltar a dar. Mas também é especialista no saborear lento das saudades de momentos bonitos, uma detective de instantes mágicos, milimétricos ou de segundos-nano dos quais guarda as provas lá no fundo e reitera com estes símbolos que guarda e aos quais torna sempre.

Restam agora 2054. Fora os que ela preservou do sacrifício. Esses cabem numa caixa privada, não têm conta nem ela deseja que tenham. Um dia, muito mais tarde, vai juntá-los e deixar esse legado de vida aos filhos rapazes que ela desde sempre tenta preparar (sem dizer) para uma existência paralela como investigadores, cientistas, arquitectos, bibliotecários ou arquivistas da beleza estranha de uns fios que vibram dentro de nós e que são uma imensidão além da palavra simples como os sabemos descrever.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s