orgulho

Eu tinha 21 anos e era o meu primeiro dia de trabalho numa agência de Publicidade.

Uma das primeiras pessoas que conheci foi o Fernando. Apareceu com o Duarte na sala onde eu trabalhava e, entre risos e piadas simpáticas, acolheram a miúda tímida que era eu e que corava quando sequer olhavam para ela.

Sou amiga do Fernando há 28 anos e os meus encontros com ele sempre foram com mais sorrisos e gargalhadas.

Há sete meses teve um acidente de mota que quase lhe tirou a vida, fazendo-o passar por três meses de coma e outras consequências sérias.
Hoje fui visitá-lo.
Graças a Deus, o brilho dos olhos está lá, a perseverança também e a malandrice persiste. Ele sempre teve alegria de vida e essa força fê-lo acordar e agora ter vontade de renascer.

Ainda bem.
Pessoas com aquela doçura e sentido de humor são as que recheiam a vida.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s