conversas às nove com cinco

Mãe, como é que se mata a guerra?

Não se mata. Aliás, só se mata se se convencerem as pessoas a não lutar.

E se eu desse uns pontapés e uns murros na guerra?

Estavas a dar pontapés e murros em alguém. E é assim que por vezes tudo começa.

 (Silêncio… ) Mãe, guerra é também gritar com alguém, então?

(Sorrio)

O Vicente tem cinco anos, são nove de manhã, vamos a caminho de um clubinho de férias.

 

Anúncios

One thought on “conversas às nove com cinco

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s