aperitivo do novo livro do meu pai

VER VENEZA

Há quem vá a Veneza para ver Veneza. Há quem vá a Veneza e apenas veja águas sujas, águas fétidas, gente pouco educada, cagadelas de pombos onde põem os pés.

Há quem vá a Veneza e se esqueça de almoçar.

Alberto Quadros em Pensamentos subtis (ou talvez não), Versos livres (por vezes não), Contos Curtos

 

(Este é um dos contos curtos do segundo livro do meu pai, do qual gosto muito. Muito antes da flashfiction se chamar desta maneira, o Albertinho já a sabia escrever, ora tomem lá.)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s