open day

Há uma espécie de vibração nervosa no ar.

Pelas janelas abertas entram sons esparsos, músicas cujo volume sobe e desce, em jeito de ensaio. Alguém traz pacotes de bolas de berlim, o tema é o verão.

As estruturas rangem e abanam milimetricamente, pessoas com olheiras passam pelos lugares reservados para outros carros que não os nossos, estruturas são elevadas, dão-se os últimos toques nos novos graffittis das ruas.

No cowork, reinam partículas de sonolência.

Ao fundo, a nova parede de  caras, sem capas, vigia a gente que trabalha num dia que talvez seja especial apenas pela possibilidade de fuga disso mesmo.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s