cores na rua

Cento-e-vinte-minutos. Sete-mil-e-duzentos-segundos de imagens em palavras, informação, vidas diferentes, arte feita de perigos na noite e lugares supostamente invioláveis. Neurónios registam, captam, processam dados diferentes, absorvem trejeitos, formas diferentes de discurso verbal. Sensores cutâneos acusam generosidade gratuita, daquela que apetece retribuir e ainda não se sabe como.

A mulher volta entusiasmada da conversa no café do quiosque. Nada lhe agrada mais do que saber aquilo que antes não sabe. A cada passo, em cada processamento meteórico do que ouviu e sentiu, transforma-se em cores pintadas na rua.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s