quase

Quase se sente o perfume no ar.

Pequenos indícios espalham-se por todo o lado como adivinhas que procurassem ser reveladas como mistérios de importância fundamental para a existência.

Eu procuro e espero.

Os jacarandás da avenida estão verde-vibrante como se esperassem a ordem do sol para florir. 

Eu vejo demasiadas cores e espero.

Espero.

Talvez uma nova flor, minha, nasça também.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s