a forma original

Sentia-se como um caranguejo: dois passos à frente, dois passos atrás. Por vezes sem ar de tanto estar confinada a um buraco, outras vezes demasiado exposta, demasiado pequena. Ainda por cima, não conseguia falar. Era chato começar a semana como se de um caranguejo se tratasse. Mas não havia nada a fazer; apenas esperar que viesse a noite e o sono a transformasse de novo na forma original. Qual era? Hoje, não tinha a certeza.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s