o saco de boxe

Ele perguntou-lhe como se sentia hoje. Ela disse que com vontade de espernear, vociferar, dar murros e pontapés, enfim, não se dar por vencida. Ele sorriu, ela falou num saco de boxe esquecido lá por casa. A conversa acabou com a decisão de onde poderia ser pendurado no escritório. Afinal, é onde um saco de boxe faz mais falta.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s