el sueño de africa

Raramente leio dois livros ao mesmo tempo. Sou demasiado sôfrega com as histórias ou com os temas, demasiado ansiosa por ver onde aquilo vai parar (e depois fico cheia de pena por chegar ao fim, acima de tudo nos livros que me tocam). Mas desta vez, e sobretudo com as inúmeras irritações que A piada infinita me tem provocado, precisei de alguém que me escrevesse de forma simples (isto é, não rebuscada) e me contasse coisas lindas para intervalar (sobretudo porque não tenciono desistir do David Foster Wallace).
El sueño de Africa repousava tranquilamente na minha mesa de cabeceira, esperando vez. Não tem nada de romance mas conta o continente negro como um romance; mesmo nos aspectos mais duros. Javier Reverte apaixonou-se por África, isso vê-se na escrita e é lindo; o que não o impede de colocar dedos nas feridas, questionar heróis históricos ou trazer a lume as misérias da ‘natureza branca’. Um verdadeiro bálsamo e mais ainda para quem, como eu, não hesita na resposta à pergunta: qual o teu continente favorito?
Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s