fim


Acabei hoje de ler Cloud Atlas. Se o filme já me tinha deixado em silêncio, o livro é um verdadeiro murro no estômago. Como diz uma amiga, leitora inveterada e escritora, é verdadeiramente um daqueles que nos fazem sair da famosa zona de conforto. Além disso, o senhor (David Mitchell), escreve muitíssimo bem, alternando diferentes estilos de prosa e imaginação, bem difíceis de alcançar. Deixo-o com pena e com todas as consequências de reflexão que nos deixam, em geral, todas as obras perturbadoras. Se tiverem coragem de ver a raça humana (e, em especial, a branca) como a mais predadora de todas as raças, ao ponto de se poder aniquilar a si mesma, leiam-no. Se não, fiquem-se pelo comprimido mais alienante da existência, em jeito de Matrix ‘Unloaded’.
Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s