era muito

Entre lágrimas, desespero e culpa, a mulher foi obrigada a fazer uma pausa e escutou o homem. Ele pegou-lhe na mão com doçura e então cresceu, amadureceu, tornou-se adulto e Pai. Por palavras e gestos deu-lhe tudo o que ela precisava. Esse tudo resumia-se a colo, atenção, responsabilidade e também a serenidade que, ela, havia perdido. Era muito. Quando ele acabou de usar a sua voz grave e bonita, fê-la aninhar-se nos seus braços. A mulher respirou fundo, fechou os olhos e viu-se transformada em chocolate quente dissolvendo-se de forma gentil na pele dele.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s