o poder do sono

O oftalmologista virou a mulher do avesso, verificando graduações, fazendo perguntas. Finalmente decretou o diagnóstico: os sintomas eram tudo menos falta de visão, resumindo-se a outra necessidade essencial do ser humano: sono. O médico, no seu jeito gentil, admoestou a mulher e disse que se fosse necessário passava uma receita com a recomendação das horas de descanso a cumprir com preceito. A mulher riu e ele, na sua voz de barítono, encenou um ralhete e mandou-a embora, dizendo que não desejava vê-la até dali a três anos. Quando saiu, ainda a sorrir, a mulher pensou 
Ninguém me vai levar a sério quando eu disser isto, em casa. 
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s