release and let go


Devagar se vai ao longe, pensou a mulher. A frase era um clichée daqueles ensinados aos pequeninos. Mas em determinados momentos, servia, assentava que nem uma luva, sobretudo quando a paciência era testada e o espírito ganhava resiliência para mais um degrau alto a subir.
Um professor americano dissera certa vez, num workshop de yoga, breath, release and let go. A frase ficara-lhe para sempre como uma aspirina. Respirou fundo, libertou o ar devagarinho e deixou a impaciência partir.

(Obrigada Xana pela imagem. Tu não sabes mas roubei-ta.)
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s