limitless


A mulher ouviu as palavras da outra procurando não se enervar, não a proteger demasiado, não dar conselhos. Afinal, a vida era dela, havia um caminho por percorrer no qual nunca devemos interferir embora nos apeteça tantas vezes mostrar (aquele que para nós é) o lado melhor. A mulher observou a amiga e pensou como ela envelhecera consumindo-se nas teias de si mesma, nas palavras que apenas desejava ouvir, nos enganos onde se enredava. Foi então que disse a única frase possível:

Minha querida, o céu não manda no nosso destino. O céu é o limite para cada um de nós.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s