big mouths

A mulher viu a imagem e pensou como as pessoas falavam demais, como se introduziam na vida dos outros a mais, como opinavam sobre assuntos íntimos sem pejo ou um mínimo de decência, como se tivessem absoluta propriedade sobre o que se passava lá fora. No fundo, era uma tristeza, esse foco permanente no exterior, significava simplesmente o desviar das atenções do interior, o disfarçar de lacunas, autênticos buracos na existência. A mulher desviou a atenção e calou a sua voz de dentro. Ela venerava o silêncio.


(obrigada pela imagem, Carlota)
Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s