terapia do asfalto

Gosto de andar a pé. Sempre gostei. Aquela coisa de sentir o chão debaixo dos meus pés agrada-me, empurra qualquer coisa cá dentro, faz-me pensar, meditar, não raramente tenho ideias, mesmo boas, encontro soluções pisando a terra, a pedra, o cimento ou o alcatrão. Além disso gosto do ar na cara, do sol na cara, da chuva na cara. Limpam-me, ligam-me e também me desligam. 
Uma amiga de nome bem original, por certo, disse-me um dia que optara em definitivo pela terapia do asfalto. Cheguei à mesma conclusão recentemente. Uma das metas é mesmo voltar a tornar-me dependente dela todos os dias. Não existe melhor droga que deixar a nossa própria energia ser estimulada, fluir e expandir-se. Chama-se a isso estar connosco. Nada é mais precioso. Nada nos dá maior liberdade.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s