o vestido esotérico

Todas as segundas-feiras tenho um curso de Escrita Criativa com a Patrícia Reis. O curso é um prazer porque escrever é-o por essência, para quem como eu gosta de o fazer e aprecia todos os ensinamentos que sobre o acto me possam dar. Mas devo confessar que, neste caso, o prazer maior advém de estar a frequentar o curso acompanhada do meu pai. O meu pai é um orgulho; por ele, pelo que escreve e como escreve (embora ele ainda não o saiba muito bem) e por ser realmente o que o meu filho mais velho descreveria como um pai muito à frente. Na aula de ontem, por exemplo, alguém (bastante mais novo que eu) se queixou da dificuldade de encontrar determinado livro recomendado pela Patrícia. O meu pai levantou o braço e disse simplesmente: ‘Eu encontrei na net, se forem à internet, encontram-no.’ A frase arrancou-me uma gargalhada, a mim e a mais 30, a Patrícia dedicou-lhe uma vénia. O meu pai é mesmo assim, na sua juventude de 84 anos. Mas o melhor ainda estava por vir; no final da sessão, aproximou-se de mim e disse-me…
– Esse teu vestido é muito… esotérico.
– Achas…? É o meu vestido de Alice (no País das Maravilhas)
Tinha acabado de responder quando reparei no olhar malandro. Então compreendi que o meu pai estava a chamar-me sexy. É que há coisas que, mesmo pensando, um pai não pode dizer directamente a uma filha.
Anúncios

4 thoughts on “o vestido esotérico

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s