Ambições de sexta-feira à noite

Cada dia da semana tinha sido um esforço. Começava pelas contas: tira daqui, põe acolá, paga uma despesa, meu Deus como vou liquidar esta outra. Continuava com a sementeira: telefona a este cliente, marca reunião com o da semana passada que não atendeu, alegra-te com o concurso que ganhaste que não vai dar em nada mas-sempre-é-um-pé-lá-dentro. Acabava com as idas para casa, os beijos aos filhos, o aconchego de alguém mais querido. Quando chegou a sexta-feira, decidiu que não iria fazer mais nada. Tinha direito. Não conseguiu: respondeu a dúvidas da contabilidade, fez listas de objectivos para a semana seguinte porque era preciso. Ao final do dia, já não podia mais. “Quero uma banheira linda, um banho quente, mimos perfumados na pele, o clichée absoluto de esticar-me no sofá enrolada numa manta, ouvir o bebé a dormir, sereno, num quarto mais à frente, emocionar-me com um filme qualquer daqueles românticos que espero que um dos canais escolha para mim esta noite. Hoje, não tenho espaço para quaisquer outras ambições.”

Anúncios

One thought on “Ambições de sexta-feira à noite

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s