Lovestore

Tenho a enorme sorte de viver junto à Rua Duarte Pacheco, vulgarmente chamada a rua do careca. A verdade é que não são só os palmiers d’O Careca que fazem o agradável de viver aqui. Num espaço muito curto, reúnem-se muitas lojas de profunda conveniência, para além de outras que reforçam o positivismo da zona. Hoje, descobri mais uma, chamada Lovestore. É um café onde se servem refeições ligeiras do género vegetariano-não-histérico, como gosto de lhe chamar. Mas isso, apesar de simpático pela qualidade, não é tudo. Em prateleiras simples, desfilam inúmeras garrafas de água de design irrepreensível, a montra é um espaço de exposição e, na cave, maravilha das maravilhas, podemos voltar aos velhos tempos de retrosaria, fantasiando por entre gavetas e gavetas de botões estranhos, carrinhos de linhas e fitas para debruar. Dá vontade de comprar meia loja ou, pelo menos, sentar e absorver todas as histórias que se podem imaginar por ali.
O bonito é que quase não se dá por ela, o que cria uma certa ilusão de um espaço reservado para cada um de nós. Muito mais que um trocadilho, Lovestore é um espaço a não perder.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s