Metamorfose

Hoje, ela transformara-se em água. 
Água a rodos, daquela que inunda, que aparece a qualquer momento sem se fazer anunciar. Sem motivo. Ou cheia deles.
Ele não percebeu. Ficou impaciente. Transformou-se em irritação.
Ela, então, procurou secar-se por dentro só para ele não a ver. 
Foi inútil. A tempestade era mais forte.
Ele endureceu ainda mais.
A água chorou por ela. 
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s