Maçãs por um fio

O sr. Rebôxo é o faz-tudo aqui do pátio. Sendo completamente justa: é o ajuda-todos cá do sítio. Claro que o sr. Rebôxo é alentejano. Pequenino, usa um boné que não tira nem por nada e tem certamente para além de sessenta anos; mas o sorriso dele é tão fácil que obviamente pode ter muitos mais que parecerá sempre menos. 
No nosso pátio há uma árvore bem grande que é mais uma vizinha e, esta, das boas. Há cerca de um ano, quando me mudei para aqui, reparei numa maçã, já bastante desmaiada, que pendia de um fio de pesca por um dos ramos. Intrigada, perguntei ao sr. Rebôxo o que vinha ser aquilo, até porque a árvore não é nenhuma macieira.
‘Tá-se memo a ver que a senhora é da província…” disse ele arrastando o sotaque. O brilho dos olhos e o sorriso cheiraram-me a partida. Era mesmo. O bom do Rebôxo, sabendo que a maioria das meninas do pátio provavelmente nunca tinha visto um pomar, resolveu dar-se ao trabalho de pendurar maçãs e pêras em todos os ramos antes da hora de chegada dos inquilinos do larguinho. Não teve que esperar muito pelo resultado daquilo que sabia que iria acontecer: dali a duas horas muitas eram as que perguntavam como era possível uma planta daquelas dar maçãs e pêras…
O sr. Rebôxo ri muito ao contar esta história. E quem o ouve, fica contagiado. Os Rebôxos da vida fazem mesmo bem. 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s